terça-feira, 21 de julho de 2015

Polícia mata quatro suspeitos de atirar contra grávida no Entorno do DF

Gestante afirmou que os homens armados buscavam vingança contra o marido dela

Viatura da PM foi atingida durante a troca de tiros em Santo Antônio do Descoberto (GO)Reprodução

Quatro homens morreram durante uma troca de tiros com a Polícia Militar de Santo Antônio do Descoberto (GO), no Entorno do DF. Eles eram suspeitos de tentar executar um homem e uma mulher gravida em frente a um bar na cidade. 

Na delegacia de Santo Antônio do Descoberto, a vítima afirmou que ela e o marido estavam prestes a deixar o local de moto quando os suspeitos chegaram dentro de um carro e começaram a atirar. Ainda segundo a mulher, eles tentaram matar o marido dela porque o acusavam pela morte do irmão de um deles.

O casal conseguiu fugir para avisar a polícia. Segundo a PM, quando os suspeitos perceberam a chegada da viatura, começaram a atirar. Eles pararam num local próximo a um matagal na região do Jardim de Alá, onde três homens armados com revólveres calibre 38 entraram em confronto com os policiais. Todos os quatro suspeitos morreram durante o tiroteio, inclusive o motorista do carro utilizado na fuga.

O capitão Sérgio, chefe da diligência da Polícia Militar que perseguiu os suspeitos, lamentou as mortes, mas afirma que os policiais agiram em legítima defesa.

— Não é esse o resultado que a gente espera. A partir do momento que a PM deu sinal, pediu para eles pararem e eles continuaram em fuga e atiraram contra a polícia, não tivemos alternativa, tivemos que revidar de forma justa e legítima.

Fonte: Redação.

Publicidade

Publicidade

Arquivo