quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

Sobe para 12 o número de escolas ocupadas em Goiás

Movimento estudantil protesta contra OSS na Educação

Já são 12 as escolas ocupadas por estudantes que protestam contra as OSS na Educação em Goiás. O Colégio Estadual Ismael Silva de Jesus, no Bairro da Vitória, em Goiânia, foi ocupado no início da manhã de quarta-feira (16) pelo movimento estudantil. Por volta das 19 horas de terça-feira (15), a Escola Estadual Francisco Maria Dantas, no Residencial Mansões Paraíso, na região noroeste de Goiânia, que funciona em período integral desde novembro de 2013, foi tomada pelo movimento. 

As outras escolas ocupadas em Goiás são o Colégio Estadual José Ludovico de Almeida e Colégio Polivalente Frei João Batista, em Anápolis; Colégio Estadual Cecília Meireles, no Bairro Santo Antônio, em Aparecida de Goiânia; Colégio Pré-Universitário (Colu),no Setor Leste Universitário; Colégio Estadual Robinho Azevedo, no Jardim Nova Esperança; Colégio Estadual José Carlos de Almeida, no Centro; Instituto de Educação de Goiás (IEG) e Colégio Estadual Murilo Braga, ambos no Setor Vila Nova; Colégio Estadual José Lobo, no Setor Rodoviário e Colégio Estadual de Período Integral Lyceu, no Centro. 

Uma mobilização feita pelas redes sociais, o movimento estudantil pede doações de alimentos e materiais de limpeza e higiene. Os itens devem ser entregues aos alunos nas escolas ocupadas. Pedem ainda que se apresentem projetos de aulas a serem ministradas aos estudantes durante a ocupação das escolas. Todos os projetos devem ser apresentados na página oficial do movimento no Facebook (Secundaristas em Luta - GO).

Publicidade

Publicidade

Arquivo