segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Diálogo? Secundaristas são retirados a força de colégio

Pais insuflados pela Secretaria Estadual de Educação, Cultura e Esportes (Seduce) e policiais à paisana retiraram à força secundaristas e apoiadores que ocupavam o Colégio Ismael Silva de Jesus, no Bairro da Vitória, na manhã desta segunda-feira, 25.

O local estava ocupado desde o dia 17 de dezembro.

A ação truculenta foi denunciada na página Secundaristas em Luta-GO. De acordo com as informações postadas, um aluno fraturou o pé. O governo nega a presença de policiais à paisana, mas a reportagem de O Popular esteve no local e constatou a situação.

O ano letivo na rede estadual começou no dia 20 de janeiro, exceto nas escolas ocupadas. Em vez de dialogar, o governador Marconi Perillo (PSDB) e a secretária Raquel Texeira preferiram usar a desonestidade, ao negar a entrega de documentos para alunos aprovados em universidades, e a truculência para terceirizar a Educação em Goiás.

Publicidade

Publicidade

Arquivo