sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Formosa: Sem legistas, família espera 3 dias liberação de corpo

Vítima de um grave acidente na BR-020 na última segunda-feira, 18, o corpo de um motorista demorou 3 dias para ser liberado à família


A falta de médicos legistas soma com a falta de estrutura do Instituto Médico Legal (IML) de Formosa, que está com as câmaras frias quebradas e com corpos apodrecendo no pátio por falta de sala para abrigo.

A vergonha vista em Formosa é reflexo do descaso do governo de Goiás e do prefeito Itamar Barreto (PSD) que nada faz para resolver o problema. Os poucos profissionais atendem todo Nordeste goiano: Posse, São Domingos, Flores de Goiás, Iaciara, Vila Boa, Cabeceiras, Alvorada, Planaltina, São João da Aliança e Alto Paraíso. As condições são precárias há bastante trampo.

O Ministério Público de Goiás fez uma vistoria no IML no último dia 16 de dezembro e abriu um inquérito civil para apurar irregularidades. O objetivo é apontar os responsáveis por abandonar os corpos em decomposição a céu aberto.

Publicidade

Publicidade

Arquivo