segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Técnicos da Saúde são treinados para ação contra Aedes

Nos dias 6 e 8 de janeiro, o Comitê Executivo Estadual de Combate ao Aedes coordenará visita aos domicílios de 75 municípios de Goiás para eliminar focos do Aedes aegypti

Para participar dessa grande mobilização, 80 técnicos da Secretaria da Saúde de Goiás participaram de reunião na manhã dessa segunda-feira, no auditório do Conselho Estadual de Saúde, na avenida República do Líbano.

O encontro foi aberto pelo superintendente-executivo da SES, Halim Girade, que conclamou os técnicos das diferentes área da Secretaria a contribuírem para eliminar o Aedes. “Nossa meta é ousada. Nessa primeira etapa, vamos visitar todos os domicílios dos 75 municípios para eliminar os focos do Aedes e para tanto, precisamos da colaboração dos servidores da saúde”, conclamou.

A gerente de Vigilância Epidemiológica da SES-GO, Magna Carvalho, apresentou um panorama das doenças transmitidas pelo Aedes em Goiás e no Brasil. Até agora, a SES confirmou 81 mortes por dengue no Estado, e outras 45 mortes estão sendo investigadas. Também foi confirmado um caso de zika, em Santo Antônio do Descoberto. Outros 40 casos de zika são investigados pela SES-GO. No Brasil, foram confirmados casos de zika em 18 Estados.

Meta 
O Comitê Executivo Estadual de Combate ao Aedes tem a meta de visitar 3,120 milhões de domicílios em todo o Estado, até 31 de janeiro, e repetir o trabalho nos meses de fevereiro, abril e junho. Todas as residências, estabelecimentos comerciais e lotes baldios serão vistoriados pelas equipes.

As primeiras visitas ocorrerão nos dias 6 e 8 de janeiro. Em 75 municípios goianos, de diferentes regiões do Estado, serão realizados mutirões simultâneos, com ações padronizadas para eliminar os criadouros do mosquito Aedes aegypti e, desta forma, prevenir os casos de dengue, chikungunya e zika.

Publicidade

Publicidade

Arquivo