segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Marconi lidera trem da alegria na Sapucaí; Goiás já vive cinzas

A Imperatriz Leopoldinense contará a trajetória da dupla goiana Zezé di Camargo e Luciano durante o desfile das escolas de samba do Rio de Janeiro, na Marquês de Sapucaí

A homenagem aos sertanejos foi o suficiente para o governo de Goiás promover mais uma de suas infindáveis farras. O governador Marconi Perillo (PSDB) terá à disposição um camarote luxuoso na avenida do samba para a cúpula do Palácio e seus muitos convidados. A conta da festa, mais uma vez, será paga com o dinheiro do povo de Goiás.

Os mais animados, como a secretária da Fazenda, Ana Carla Abrão, vão desfilar pela tradicional agremiação verde e branco do bairro de Ramos, subúrbio do Rio de Janeiro. Ana Carla, aliás, tem motivo especial para mostrar sua desenvoltura na Sapucaí, afinal, durante o ano passado a secretária ‘sambou com a cara’ dos servidores públicos do Estado. As maldades recomeçam na quarta-feira de cinzas.

‘Presidenciavel’ de si mesmo, Marconi busca a todo custo holofotes da mídia nacional. No Rio de Janeiro, terá mais uma oportunidade de mostrar sua desenvoltura entre políticos, famosos e até mesmo a cúpula do jogo do bicho, como o patrono da Imperatriz, Luiz Pacheco Drummond. E enquanto Marconi atravessa seu samba país afora, Goiás padece com a explosão da criminalidade, aumento exacerbado de impostos, rodovias esburacadas e massacre ao servidor público.

Enquanto o Palácio das Esmeraldas festeja o seu carnaval, os goianos já enfrentam as cinzas há tempos.

Publicidade

Publicidade

Arquivo