CEB lança Programa de coleta de lâmpadas fluorescentes

  
Na foto da esquerda para a direita: Hamilton Ruggieri Ribeiro, Diretor-Adjunto do SLU, Rubem Fonseca Filho, Diretor Geral da CEB, Caubi Pereira de Santana, Diretor de Gestão da CEB e Messias de Souza, Administrador de Brasília.Na foto da esquerda para a direita: Hamilton Ruggieri Ribeiro, Diretor-Adjunto do SLU, Rubem Fonseca Filho, Diretor Geral da CEB, Caubi Pereira de Santana, Diretor de Gestão da CEB e Messias de Souza, Administrador de Brasília.Allan Barbosa de Souza
O projeto da Companhia de Energia Elétrica de Brasília, tem como objetivo o descarte consciente das lâmpadas fluorescentes que são feitas com material tóxico e por este motivo, devem ser descontaminadas e recicladas, pois os resíduos são prejudiciais à natureza e aos seres humanos.
Esse tipo de lâmpada contém em sua composição, por exemplo, alumínio, cádmio, bário, chumbo, cromo, níquel e mercúrio.
A administração de Brasília esteve presente no lançamento do projeto, por meio do Administrador Messias de Souza, que poia a ação da Companhia.
Segundo a CEB, a inalação do mercúrio é altamente prejudicial, portanto, em caso que quebra da lâmpada é indicado abrir as janelas, sair do local e somente depois de, no mínimo 15 minutos, coletar os cacos de vidro, que devem ser colocados em saco plástico e lacrado. Após o procedimento, lavar as mãos com água corrente e sabão.
O posto de coleta será na Agência Brasília, que fica na 508 sul, bloco B, loja 35.