Com a modernidade, a cada dia que passa, observamos o assustador aparecimento de novas patologias, em especial sociais

A pressão coletiva a que nos submetemos a cada dia nos grandes núcleos urbanos já faz muitas vitimas, sendo crescente o numero de claustrofóbicos, dos pacientes com pânico, com depressão e outros transtornos antes menos coletivos que nos dias de hoje. 

Chama a atenção o numero de 16 milhões de potenciais portadores nos Estados Unidos de uma nova forma de patologia comportamental induzida pelas agrurias vivenciadas no dia a dia do tráfego intenso das cidades. 

É a Desordem Explosiva Intermitente, (que com titulo explícito nos explica e desmorona ao mesmo tempo), classifica comportamentos antigamente anárquicos que resultam em acidentes estranhos, violência com óbitos. É preocupante, avassalador e merece atenção de todos nós motoristas, autoridades de transito, autoridades da saúde.

Estamos realmente usando nossos veículos como armas?

*Marcelo Sandrin