No mundo atual, onde o otimismo precisa ser renovado diariamente, uma mensagem de conforto pode ajudar a enfrentar o momento delicado em que vivemos. Foi pensando nisso que o Hospital Regional de Formosa (HRF) abriu as ações do Novembro Azul com uma cerimônia religiosa para lembrar a todos a importância da prevenção do câncer de próstata.

O capelão do Mosteiro Nossa Senhora da Ternura, Dom Inácio Maria da Veiga celebrou a primeira missa voltada apenas para os profissionais de saúde e demais funcionários nas dependências do hospital. O padre utilizou um momento da missa para que os homens ali presentes pudessem desfrutar de orações e bençãos especiais com palavras de afeto e encorajamento.

“O papel do homem também é estar sempre saudável, espiritual e fisicamente, para assim gerir a família da melhor forma possível. Nunca devemos esquecer disso”, destacou o religioso.

A campanha já conta com lives especiais do conhecido “Amor Cantado”, projeto de acolhimento musical aos pacientes em isolamento nos hospitais. Comandado por Hercílio Ramos, o programa vai ao ar todas às quartas-feiras pelas redes sociais.

Seguindo e respeitando todos os protocolos de segurança, cerca de 20 pessoas participaram da cerimônia religiosa, entre elas, a diretora executiva do hospital, Vânia Fernandes. “O objetivo foi proporcionar um momento de reflexão e trazer uma palavra de alento para todos nós nesse momento”, afirmou.

“O sentimento que obtemos é de acolhimento e muito orgulho de trabalhar em um local no qual nos transpassam valorização em todos os âmbitos”, comentou Luiza Khalil, secretária administrativa do hospital, destacando, inclusive, a importância do evento religioso para si.

“É o momento em que nós podemos refletir no aspecto espiritual para melhor desenvolver nosso trabalho, com enorme influência devido a contextualização mundial em que estamos passando.”

O Hospital Regional de Formosa respeita todas as crenças e está aberto a acolher as sugestões de seus pacientes e familiares para que tenham conforto e esperança durante o tratamento. “Transmitir confiança e coragem aos nossos pacientes, colaboradores e a toda a sociedade sempre será nosso papel”, pontuou Felipe Uchôa, diretor técnico da unidade.

Sobre o HRF


O processo de estadualização do HRF teve início em agosto de 2019 e passou pela aprovação da Câmara dos Vereadores e da Assembleia Legislativa. O Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento (Imed) assumiu a gestão da unidade em junho, com o compromisso de ampliar o atendimento à população. Na época, o Governo de Goiás instalou dez leitos de UTI para pacientes com a Covid-19 no hospital.

As obras na unidade continuam em andamento e, durante o processo de regionalização, a população continuará contando com os serviços de pronto-socorro 24 horas, clínica médica, ortopedia e atendimento a gestantes. Passada a pandemia as melhorias na infraestrutura do HRF ficarão para os moderadores do município, ampliando as opções de atendimento do Governo de Goiás para usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) no Entorno do Distrito Federal.

 

 

Assessoria de Comunicação Hospital Regional de Formosa/ Ecco Comunicação

 

Aline Marinho (11) 95484-9927 – aline@ecco.inf.br  

Dario Vasconcelos (11) 95761-7712 – dario@ecco.inf.br

Carol Castro (61) 98320-1718 – carolina@ecco.inf.br