Além disso, a enfermaria conta com mais 12 leitos somando 42 ao todo

Leitos em funcionamento no HRL. Foto: Divulgação

Preocupados com o aumento das internações em Goiás, o Hospital Regional de Luziânia e governo do Estado de Goiás abriram mais 10 vagas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 12 de enfermaria para o atendimento exclusivo de pacientes diagnosticados com a Covid-19.

Com a expansão, o HRL possui agora 30 leitos de UTI e 42 de enfermaria, todos equipados com o que há de mais moderno para o atendimento de casos com complicações graves da doença. Dos 10 novos leitos, seis já foram ocupados no primeiro dia de abertura.

Referência no tratamento da Covid-19 na região, o Hospital Regional de Luziânia celebrou altas de 575 pacientes de moradores de 50 diferentes cidades, nos últimos meses. A eficiência, a qualidade e o tratamento humanizado na unidade hospitalar rendem diariamente elogios de quem precisa de um atendimento rápido.

O Governo de Goiás está acompanhando diariamente e mapeando diariamente a evolução da doença no Estado e a demanda por internações. “Em poucos dias o hospital foi readequado para atender as demandas e não deixar nenhum cidadão sem atendimento. É importante lembrar a todos que precisamos continuar respeitando as normas de distanciamento social e o uso de máscara.  A pandemia ainda não acabou”, alerta Getro de Oliveira Pádua, diretor do IMED.

Atendimentos de especialidades

Além dos novos leitos para a ala-Covid-19, o Hospital Regional de Luziânia iniciou o trabalho no ambulatório geral para expandir o acolhimento oferecido à população. Inicialmente, são três consultórios, uma sala de triagem e uma sala para procedimentos para pequenas cirurgias disponíveis para os atendimentos com agendamento prévio, que estão sendo feitos pela Superintendência do Complexo Regulador em Saúde de Goiás (SISREG).

Neste primeiro momento, o hospital irá oferecer consultas com cardiologistas, realizar pequenos procedimentos, tais como retirada de cisto sebáceo, cantoplastia e drenagem de abcesso, além de realizar exames laboratoriais, raio-X, tomografia, ultrassonografia e eletrocardiograma. Os atendimentos serão realizados de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h.

Os serviços vão atender pessoas de 31 municípios da região do entorno do Distrito Federal. Além de ser referência no tratamento de pacientes com Covid-19, o Hospital Regional de Luziânia também abre as suas portas para acolher pessoas com outras enfermidades.

 

SOBRE HRL

O Hospital Regional de Luziânia (HRL) começou a receber os primeiros pacientes com sintomas de Covid-19 no dia 20 de maio de 2020. Vieram transferidos pela central estadual de regulação de vagas do Estado de Goiás. Os leitos são ocupados gradualmente, a partir da avaliação diária e conjunta da direção com a Secretaria Estadual de Saúde. Estadualizado, após passar oito anos em obras, o HRL foi o primeiro hospital do entorno do Distrito Federal dedicado a tratar pacientes com sintomas respiratórios agudos causados pelo novo coronavírus. Cerca de 1,2 milhão de pessoas, que moram na região, são beneficiadas pelo Hospital Regional de Luziânia.

HOSPITAL REGIONAL DE LUZIÂNIA
Assessoria de Comunicação | Ecco Comunicação

Aline Marinho | (11) 95484-9927 | aline@ecco.inf.br  

Luiz Fernando Fernandes | (61) 99242-3668 | luizfernando@ecco.inf.br