Fundamentos da disciplinaridade e das Metodologias Ativas é o tema do primeiro módulo da especialização. A previsão para a conclusão do curso é julho de 2022

Como parte da contrapartida do Cebraspe prevista no escopo do projeto de pesquisa “Uma Universidade Distrital”, teve início, na segunda-feira (13), as aulas do primeiro módulo da especialização “Interdisciplinaridade em Metodologias Ativas”.

Oferecida pela Escola Superior de Gestão (ESG) e pela Universidade do Distrito Federal Professor Jorge Amaury Maia Nunes (UnDF), em parceria com o Cebraspe, a formação é voltada para profissionais da educação da Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal (SEEDF). O objetivo geral é desenvolver práticas pedagógicas interdisciplinares, por meio de metodologias ativas e de estratégias didáticas diversificadas, para atuação docente no processo de ensino e aprendizagem.

Participaram da abertura das atividades a Reitora pro tempore da UnDF, Simone Benck, a professora Alessandra Edver, chefe de Unidade de Cursos Superiores da UnDF e idealizadora do Projeto Pedagógico de Curso (PPC) da especialização e a coordenadora de Gestão de Pessoas do Cebraspe, Camila Gomes Diógenes, que representou a Diretora-Geral, Adriana Weska e a Diretora Executiva do Centro, Claudia Griboski.

“É motivo de muito orgulho para o Cebraspe, organização reconhecida pela excelência na realização de concursos e avaliações educacionais, realizar seu primeiro Curso de Especialização”, afirma Camila Diógenes. “Tenho certeza que essa iniciativa vai refletir na formação de milhares de cidadãos no DF e Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno (RIDE)”, completa.

Um total de 41 profissionais de educação participam da especialização, que, no primeiro módulo, aborda os fundamentos da disciplinaridade e das Metodologias Ativas. Os participantes estão divididos em três turmas e cada uma será acompanhada por um tutor formador. As aulas são síncronas e acontecem às segundas, quartas e quintas-feiras, das 19h às 22h30.

“Esse curso representa uma iniciativa de formação docente muito importante por trazer uma temática atual que vem ao encontro das escolas que buscam a inovação pedagógica nos seus processos educacionais. Os parceiros vêm preparando há meses os módulos, os roteiros de sistematização, as situações problemas e cada detalhe do curso, para que os participantes tenham a oportunidade de desenvolver práticas pedagógicas, por meio de metodologias ativas e de estratégias didáticas diversificadas”, completa a coordenadora do Cebraspe.

Ao todo, a especialização contará com oito módulos que abordarão, além dos fundamentos da disciplinaridade e das Metodologias Ativas, diversidade cultural, cultura digital na perspectiva da sala de aula; projeto de vida intermediado por metodologia ativa e estratégias pedagógicas diversificadas; cidadania e responsabilidade como territórios das linguagens da cultura; gamificação, reagrupamento e podcast para uma aprendizagem ativa; aprendizagem baseada em problemas para a construção de autoconhecimento, autocuidado e argumentação e o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). A previsão para a finalização do curso é julho de 2022.

Saiba mais sobre a especialização em:

https://www.cebraspe.org.br/educacao/especializacao/