Entenda como um problema emocional pode se manifestar em forma de doença auditiva


 

Apesar de pouco conhecida e, logo, pouco discutida, a misofonia é uma doença auditiva que afeta muitas pessoas todos os anos. Essa síndrome é a resposta emocional ou condicionada da aversão a determinados sons. “Ao ouvir o som que traz desprazer, ocorre uma reação desproporcional do sistema nervoso e do sistema límbico, sem haver alterações anormais do sistema auditivo”, explica a médica otorrinolaringologista especialista em otoneurologia, Dra. Rita de Cássia Guimarães.

Alguns tipos de sons que causam desconforto aos misofônicos

  • Geralmente o padrão de som é repetitivo e de baixo volume.
  • Som da mastigação, respiração, digitação causam enorme desconforto.
  • Outro exemplo de misofonia é quando o paciente não suporta um som em um determinado ambiente, como uma música, mas em casa ele se sente normal ao ouvir este mesmo som.

Assim, essa disfunção está relacionada a um problema emocional, de modo que, embora os sons sejam o causador de desconforto, o problema se molda à medida em que o sistema nervoso sente desprazer.

“As pessoas com misofonia geralmente não entendem o porquê desses problemas auditivos e sentem, ao ouvirem algum tipo determinado de barulho, desespero, falta de ar e é comum a queixa de não conseguirem se concentrar”, alerta a médica. É como se algo fora do seu controle chamasse a sua atenção a ponto de você não conseguir fazer nada além de se concentrar no som.

O tratamento da hipersensibilidade varia conforme o caso e é necessária a consulta a um médico otorrino especialista em hipersensibilidade sonora.

Dra. Rita de Cássia Cassou Guimarães (CRM 9009)

Otorrinolaringologista, otoneurologista, mestre em clínica cirúrgica pela UFPR

Blog: http://canaldoouvido.blogspot.com

Email: ritaguimaraescwb@gmail.com

Telefone: (41) 3225-1665 - 41-99216-9009