Na Convenção Nacional das Assembleias de Deus Ministério de Madureira (Conamad), governador Ibaneis Rocha recebeu Diploma de Amigo dos templos religiosos

Fotos: Renato Alves.

O governador Ibaneis Rocha participou da Convenção Nacional das Assembleias de Deus Ministério de Madureira (Conamad), em Goiânia, nesta sexta-feira (27). O encontro com líderes religiosos ocorreu na sede da Assembleia de Deus Ministério Fama e serviu para o chefe do Executivo local agradecer o papel social das igrejas, que foi ainda mais importante e relevante durante a pandemia.

Ibaneis Rocha foi recebido pelo bispo primaz e presidente da Conamad, Manoel Ferreira, além de outros líderes religiosos do DF, Entorno e Goiás. O presidente Jair Bolsonaro também participou do evento.

"O que tenho feito todas as vezes que visito as igrejas é deixar minha palavra de agradecimento pelo trabalho que as igrejas de todo o país fizeram no período da pandemia", ressaltou o governador Ibaneis Rocha | Foto: Renato Alves/Agência Brasília

"No Distrito Federal nós não fechamos as igrejas. Pelo contrário, nós as declaramos essenciais às vidas das pessoas", disse o governador, ao lembrar do início da pandemia, em 2020, quando muitos templos foram fechados em diversos estados e municípios.

"O que tenho feito todas as vezes que visito as igrejas é deixar minha palavra de agradecimento pelo trabalho que as igrejas de todo o país fizeram no período da pandemia, com acolhimento. As igrejas terminaram sendo o grande refúgio das famílias. A nós, governantes, resta o agradecimento a todas as igrejas pelo papel social", acrescentou Ibaneis Rocha.

O vice-presidente da Conamad, bispo Abener Ferreira, agradeceu o trabalho de regularização e apoio às igrejas do DF. "Fica aqui minha gratidão ao senhor Ibaneis Rocha. O outro governo ficou conhecido como derrubador de igrejas, e o senhor ficou conhecido como restaurador de igrejas. Agradeço pela regularização dos templos, não só evangélicos, mas de todos", disse, ao exibir o vídeo que ficou famoso do bispo Manoel Ferreira presenciando a derrubada de um templo.

Segundo dados da Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan), mais de 800 mil evangélicos vivem no DF, o que equivale a 30,8% da população.

Regularização
O Governo do Distrito Federal tem trabalhado na regularização de templos e entidades religiosas por meio do programa Igreja Legal, lançado em agosto de 2019. Desde então, cerca de 200 estabelecimentos do setor foram regularizados.

De acordo com o  Igreja Legal, os templos podem regularizar os imóveis de três formas: aquisição direta por escritura de compra e venda, com parcelamento sem juros em até 240 meses; Concessão de Direito Real de Uso, pagando 0,15% ao mês, com direito de compra a qualquer momento, ou Concessão de Direito Real de Uso com retribuição em moeda social, com direito de compra a qualquer momento.