O Hospital também dá apoio a quem se recuperou da Covid-19


 

Ter uma boa recuperação após um período de internação hospitalar significa muito mais que estar com a saúde em dia. Cuidar do estado psicológico também é parte importante de um retorno ao cotidiano. Com esse pensamento, o Hospital Estadual de Luziânia (HEL) já foi responsável por 4.034 atendimentos no ano de 2022.

A maior parte das sessões são realizadas na UTI, onde os pacientes expõem seus pensamentos, sentimentos e recebem mensagem dos seus familiares. O mesmo acompanhamento acontece na enfermaria, no qual serve como preparação para o retorno do internado ao ambiente externo.

As sessões também tomam conta do ambulatório, serviço destinado aos pacientes que já receberam alta, mas que ainda necessitam de apoio (o chamado pós Covid). Para receber o acompanhamento das psicólogas do HEL, basta requisitar o atendimento.

De acordo com um estudo realizado pela Universidade de Oxford, 34% das pessoas infectadas com a covid-19 apresentaram algum problema psicológico dentro de seis meses após a infecção. O tratamento é tão essencial quanto outros tipos de atendimentos realizados em um hospital de campanha.  Para a psicóloga da unidade, Laricy Souza, parte da evolução dos pacientes se deve aos cuidados mentais. “Desde do começo da internação de algum paciente, trabalhamos para que ele tenha uma internação tranquila e que tenha todo tipo de suporte por nossa parte”, explica.

Segundo o diretor-geral do HEL, Francisco Amud, o alto número demonstra a qualidade no atendimento oferecido. “Temos uma média de mais de 1000 atendimentos psicológicos mensais desde o começo do ano. Trabalhamos diariamente para proporcionar o melhor que temos a oferecer para que todos se recuperem tanto fisicamente quanto mentalmente da covid-19”, finaliza.