Governo de Goiás lança nova etapa de cursos profissionalizantes do Cinturão da Moda

Com 400 vagas, cursos de costura industrial de tecido e malha serão ministrados pelo Senai Goiás em 10 municípios



Programa Cinturão da Moda investe na formação de mão de obra para confecção de roupas que abastecem região da 44, em Goiânia -  Fotos: Rodrigo Cabral.

O Governo de Goiás realizou, nesta quinta-feira (01/06), o lançamento da primeira rodada da nova etapa de cursos profissionalizantes do programa Cinturão da Moda, que fomenta o setor de confecção na Região da 44, em Goiânia. Serão ofertadas 400 vagas em cursos profissionalizantes, por meio da Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Serviços (SIC), em 10 municípios goianos inscritos no programa.

Cada cidade terá direito a 40 vagas, sendo 20 para costura industrial de tecido e 20 para costura industrial de malha. As formações serão ministradas pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai Goiás), contratado pelo Governo de Goiás com investimento de R$ 520 mil.

As primeiras turmas serão abertas nos municípios de Cidade Ocidental, Cristianópolis, Ipameri e Santa Tereza de Goiás. Em seguida, serão contempladas as cidades de Acreúna, Bela Vista de Goiás, Inhumas, Paranaiguara, Piracanjuba e Quirinópolis

"O nosso objetivo é capacitar mão de obra e fazer da região da 44 o maior polo de moda do Brasil. Cada curso terá duração de três meses, podendo ser prorrogado por até quatro meses. O Senai irá até aos municípios com toda a estrutura necessária, além de professores capacitados", frisa o titular da SIC, Joel de Sant'Anna Braga Filho.

Cinturão da Moda
O programa foi lançado pelo governador Ronaldo Caiado, em 2022, com o objetivo de atender a demanda por mão de obra do polo de moda da região da rua 44, em Goiânia, e movimentar a economia goiana com a geração de cerca de 100 mil novos postos de trabalho, em 30 municípios. Com faturamento estimado em R$ 8 bilhões por ano, o polo da 44 tem o quinto maior Produto Interno Bruto (PIB) de Goiás e conta com cerca de 16 mil pontos de venda.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
GDF