Mais de 2,5 mil pessoas de todo o país reunidas em prol do fortalecimento do Sistema Comércio

Com uma cenografia futurista, que convida os participantes a uma jornada rumo ao conhecimento e à excelência, o Conecta 2023, promovido pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), teve sua abertura realizada na segunda-feira, 10 de julho, em Brasília. O evento voltado para as Federações reuniu cerca de 650 pessoas de todo o Brasil, sendo 26 do Sistema Fecomércio-DF, e terminou na noite de terça-feira, 11


Foto: Marcelo Alves.

Já o Sicomércio, voltado para a base sindical, começou nesta quarta-feira, 12, e segue até sexta-feira, 14. Mais de 2 mil pessoas de todas as Unidades da Federação participam, sendo a deleção do DF formada por 52 participantes de vários sindicatos.

Na abertura da programação, o presidente da Confederação, José Roberto Tadros, ressaltou a importância de o Sistema Comércio estar integrado e unido para o fortalecimento do setor terciário. "Não temos alternativa a não ser nos preparar para sermos protagonistas no atual cenário de rápidas mudanças", afirmou.

O presidente do Sistema Fecomércio-DF, José Aparecido Freire, acredita que o resultado de toda a programação será percebido no cotidiano da equipe, em forma de avanços e novas conquistas. "É muito importante que estejamos alinhados à CNC e trabalhando com foco no compartilhamento de boas práticas e temas estratégicos" disse Aparecido.

Conecta
O Conecta é voltado para as Federações que integram o Sistema Comércio, com participação do Sesc e do Senac, em um encontro marcado pelo debate dos principais temas relacionados à atuação das entidades. O compartilhamento de boas práticas e o alinhamento de temas estratégicos também fazem parte da programação do evento. "As mudanças estão se acelerando em todas as dimensões, no âmbito político, econômico, social e sindical", prosseguiu o presidente Tadros. "Precisamos conhecer a fundo nossas forças e nossos pontos de melhoria", completou.

Tadros lembrou dois episódios recentes que demonstram a relevância da atuação integrada do Sistema Comércio e sua capacidade de mobilização na defesa de posicionamentos em benefício da representação sindical empresarial, do fortalecimento das empresas e da economia do País. "Tivemos a campanha de mobilização em defesa do Sesc e do Senac, que foi um grande êxito, com a adesão de mais de um milhão de brasileiros ao abaixo-assinado realizado", disse. "E também a reforma tributária, que teve contribuições decisivas da CNC para ser melhorada e ajustada."

Aprovada na Câmara dos Deputados e encaminhada ao Senado Federal, a reforma seguirá sendo acompanhada de perto pelo Sistema Comércio, segundo Tadros, na busca pela ampliação dos estímulos ao setor de serviços, que teve alguns segmentos incluídos nas alíquotas diferenciadas, mas tem outros ainda não contemplados. "O turismo, por exemplo, é um dos principais vetores da nossa economia e precisa ter seu potencial melhor reconhecido. Avançamos quanto aos meios de hospedagem, restaurantes, parques temáticos e aviação regional, mas é preciso ampliar os benefícios para o setor", afirmou.

O presidente da CNC enfatizou que o Conecta foi planejado para ser uma jornada de compartilhamento de conhecimentos, experiências e boas práticas sustentáveis, permitindo que as entidades ofereçam serviços e produtos eficazes e inovadores. "É disso que é feita a grandeza do nosso Sistema, com a contribuição de cada um de nós", frisou Tadros. "Trabalhamos para fortalecer cada elo desse grande Sistema que representa, qualifica, cuida das pessoas e desenvolve o nosso país."

Sicomércio
Sindicatos empresariais que formam a base do Sistema Comércio estão reunidos em Brasília para três dias de debates, troca de experiências e compartilhamento de boas práticas. O evento, promovido pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), foi aberto na manhã desta quarta-feira, 12 de julho, com a presença do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso e do ministro do Trabalho e Emprego, Luiz Marinho. São 1.300 participantes, representando os mais de mil sindicatos e as 34 federações que integram o Sistema Comércio.

O presidente da CNC, José Roberto Tadros, destacou, em sua saudação, a importância da organização do Sicomércio, após oito anos desde a realização da última edição, em 2015. "É o ápice da nossa representação como um todo, com os mais de mil sindicatos da base, as 34 Federações coordenando os interesses dos sindicatos a elas filiados, e a Confederação, no topo da pirâmide, gerenciando e coordenando as engrenagens do Sistema em nível nacional", afirmou.

Tadros disse que, em um mundo em rápida transformação, é fundamental que as entidades que representam os empresários do comércio de bens, serviços e turismo estejam preparadas. E lembrou ainda o protagonismo do Sistema Comércio na reforma tributária, com conquistas para o setor terciário, e a defesa contra o corte de recursos do Sesc e Senac.  "Mais do que nunca, devemos contar com a expertise de nossos braços sociais, o Sesc e o Senac, duas instituições respeitadas e que foram reconhecidas pela adesão de mais de um milhão de brasileiros ao abaixo-assinado contra o corte de recursos que as ameaçou recentemente e que conseguimos reverter", disse o presidente.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
GDF