Fieg, Siago e Embrapa realizam workshop sobre sistema de produção de arroz em pivô

O evento aconteceu na Casa da Indústria em Goiás e contou com o apoio da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg), através do seu Conselho Temático da Agroindústria (CTA).

                                                            Foto: Wesley Santos


O Sindicato da Indústria do Arroz do Estado de Goiás (Siago) e a Embrapa Arroz e Feijão uniram forças para realizar um workshop sobre o Sistema de Produção de Arroz em Pivô. Esse evento aconteceu na Casa da Indústria em Goiás e contou com o apoio da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg), através do seu Conselho Temático da Agroindústria (CTA). O principal objetivo desse encontro foi a capacitação de técnicos, consultores e produtores que estão envolvidos na cultura do arroz de terras altas.

O workshop abordou uma ampla variedade de tópicos relacionados à cultura do arroz irrigado sob pivô central, incluindo aspectos como mecanização, manejo de plantas daninhas e água, custos, adubação, solos, fertilidade e comercialização. Além disso, a Embrapa Arroz e Feijão apresentou a sua mais recente cultivar de arroz de terras altas, a BRS A502, que se adapta bem às condições de pivô e é indicada tanto para uso na indústria quanto no mercado. Essa cultivar se destaca por sua tolerância ao acamamento, estabilidade no rendimento de grãos inteiros e excelente qualidade dos grãos.

Jerry Alexandre de Oliveira Paula, presidente do Siago, enfatizou que essa nova cultivar tem o potencial de colocar Goiás novamente como líder na produção de arroz no Brasil. Ele também destacou a importância do diálogo entre todos os envolvidos na indústria do arroz, especialmente para abordar questões tributárias que afetam a comercialização do produto processado no estado.

O workshop contou com a presença do vice-presidente da Fieg, Emílio Bittar, do chefe da Embrapa Arroz e Feijão, Elcio Perpétuo Guimarães, da chefe de gabinete da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), Paula Coelho, e de assessores técnicos do CTA-Fieg e do Siago. Essa iniciativa demonstra o compromisso em promover a inovação e a produtividade na agricultura de Goiás e fortalecer o setor do arroz no estado.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
GDF