4 mil razões para celebrar: Hospital Estadual de Formosa alcança marco histórico de partos

A unidade consolida sua posição como referência em atendimento obstétrico humanizado na região de Formosa e nos municípios do entorno do Distrito Federal

 

HEF - Hospital Estadual de Formosa | Maternidade | Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento
Maria Eduarda Ferreira ao lado de sua filha Hadassa logo após o nascimento.  Foto: (IMED/Divulgação)


Hospital Estadual de Formosa (HEF), unidade do Governo de Goiás, sob a administração do Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento (IMED), atingiu recentemente um marco notável na prestação de serviços de saúde pública. Com a realização de 4 mil partos, a instituição destaca-se como referência em atendimento obstétrico humanizado no SUS.

O bebê de número 4 mil é a pequena Hadassa, que nasceu de um parto cesáreo no dia 07 de dezembro. Para Maria Eduarda Ferreira, mãe de Hadassa, o apoio da equipe fez a diferença no parto. A mãe de primeira viagem precisou de uma cesárea de emergência e relata que o carinho e suporte da equipe foram determinantes, especialmente para lidar com a ansiedade.

“Minha experiência foi maravilhosa! Para uma pessoa que nunca levou um ponto na vida, fazer uma cesárea é um passo bem grande, mas a equipe cuidou tão bem de mim e tudo fluiu que não deu nem para sentir medo. Meu parto foi tranquilo e rápido, e minha recuperação tem sido maravilhosa, com muita atenção e cuidado da equipe. Saber que a Hadassa é o bebê 4 mil me traz uma sensação gostosa, pois sei que outras milhares de mães foram tratadas da mesma forma, e que 4 mil novas vidas chegaram aqui. Desejo que esse número aumente ainda mais e outras mulheres possam ser servidas, assim como eu fui, aqui na unidade”, celebra Maria Eduarda.                 

 

HEF - Hospital Estadual de Formosa | Maternidade | Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento
Equipe do HEF e a mamãe da pequena Hadassa, Maria Eduarda. Foto: (IMED/Divulgação)


Para a mais nova avó, Karla Ferreira, a chegada da pequena Hadassa é um presente. A mãe de Maria Eduarda Ferreira conta que, assim que descobriram a gravidez, surgiram dúvidas sobre como fazer o acompanhamento, se seria pelo SUS ou pelo plano de saúde da família. No entanto, a decisão de optar pela rede pública foi tomada com facilidade logo no começo da gestação, principalmente devido à humanização e à referência em obstetrícia que o HEF tem. “Ao longo da gravidez, a Maria Eduarda teve algumas complicações e nós estivemos aqui no HEF várias vezes e em todos os momentos fomos muito bem tratadas. Isso também facilitou na escolha dela de realizar o parto na rede pública, pois esse cuidado da equipe e atenção especial fazem a diferença. Eu só tenho a agradecer por tudo que fizeram pela minha filha”, afirma Karla.

 

Saúde com amor e empatia

Comprometido com a promoção da saúde materna e neonatal, o HEF oferece um ambiente onde o cuidado vai além do procedimento médico, sendo permeado por empatia, respeito e consideração pelas necessidades individuais de cada paciente. A trajetória para alcançar esse número é marcada por um compromisso contínuo com a qualidade, segurança e respeito aos direitos das gestantes. O HEF proporciona uma experiência única, desde a entrada da paciente na unidade, enfatizando a liberdade de escolha e a priorização da saúde e segurança da mãe e do bebê.

Cada gestante que passa pelas portas do HEF é recebida com um enfoque humanizado desde o início, onde suas escolhas são respeitadas e sua participação ativa nas decisões relacionadas ao parto é incentivada. A presença de um acompanhante de escolha da gestante, a atenção continuada de uma equipe multidisciplinar e a possibilidade de escolher posições de parto e medidas de analgesia não farmacológicas são apenas alguns aspectos que caracterizam o compromisso do hospital com a qualidade e o respeito.

A abordagem inovadora do HEF não se limita ao momento do parto, mas estende-se ao puerpério e às fases posteriores. Projetos como a "Árvore da Vida" e a "Hora do Banho" refletem não apenas a excelência técnica, mas também o esforço em criar experiências memoráveis e afetivas para as mães e seus bebês. Essas iniciativas, criadas por profissionais dedicados, têm o propósito de fortalecer os laços familiares e criar lembranças que perdurarão por toda a vida.

 

Em cada parto a história de uma família

O nascimento de um bebê é um acontecimento que impacta a vida de toda uma família. A equipe do HEF já presenciou a chegada de novas vidas em 4 mil famílias, desempenhando um papel significativo na promoção de experiências de nascimento positivas e no suporte às necessidades específicas de cada gestante e consequentemente cada família. Para Mariana Granado, coordenadora de enfermagem do Cento Obstétrico (CO) e Alojamento Conjunto (Alcon) do HEF, cada história é única e deve ser valorizada.

“Nós temos o privilégio de fazer parte de um momento único naquela família. Por isso quando uma gestante chega à unidade, não recebemos só uma paciente, recebemos uma história e com ela a oportunidade de deixar nossa marca de amor. Esse cuidado e atenção à individualidade de cada paciente são importantes, nosso papel é receber uma nova vida, proporcionando a melhor experiência de parto possível”, afirma Mariana Granado.

Uma dessas histórias é a de Suzanny Silva de Souza, uma brasileira que mora no Egito e escolheu o HEF para dar à luz ao pequeno Saad, apelidado carinhosamente por ela como o "pequeno faraó brasileiro". Suzanny conheceu a unidade através dos pais que moram em Formosa, e após ouvir os relatos de outras mães e acompanhar publicações sobre a unidade nas redes sociais, Suzanny foi cativada pelo cuidado humanizado e a dedicação da equipe da unidade e estava decidida a viver essa experiência no HEF. O pequeno Saad, que coincidentemente tem um dos nomes do fundador do Hospital Estadual de Formosa, o Dr. César Saad Fayad, veio ao mundo em um parto normal, após 28 horas de trabalho de parto.

Suzanny relata que o nascimento de seu filho foi marcado pelo cuidado e atenção da equipe e que valeu a pena ter vindo de tão longe para viver sua experiência de parto.

“O cuidado e atenção de todos foi determinante nesse processo de parto. A experiência que vivi superou todas as minhas expectativas, eu agradeço de coração a toda equipe do HEF”, destaca Suzanny.

HEF - Hospital Estadual de Formosa | Maternidade | Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento
Pequeno Saad e sua mamãe Suzanny. Foto:(IMED/Divulgação)



Compromisso com a excelência

O Hospital Estadual de Formosa destaca-se pelo compromisso inabalável com a excelência em cada aspecto do atendimento. Cada membro da equipe empenha-se incansavelmente em proporcionar cuidados de qualidade. A instituição valoriza a constante busca por aprimoramento, refletindo isso em práticas inovadoras, instalações preparadas e uma equipe altamente qualificada.  Para Mariana Landim, médica coordenadora do Centro Obstétrico (CO), o compromisso com a excelência vai além de um objetivo de atender bem às pacientes.

“Queremos promover  uma jornada contínua que molda a experiência de saúde como um todo, assegurando que cada paciente receba um cuidado que não apenas atende, mas supera expectativas. Este é compromisso da nossa equipe, marcar a vida de mulheres com uma experiência de parto positiva, informações de qualidade e protagonismo em sua própria história”, diz Mariana Landim.

O marco de 4 mil partos é significativo, mas para a equipe do HEF é só o começo de uma longa jornada de cuidados. O objetivo da unidade é crescer e expandir ainda mais sua capacidade de atendimento, sua qualidade na assistência e sua dedicação para a humanização.

Segundo Luciano Dutra, diretor do HEF, o marco reflete a importância da instituição em Formosa e do Entorno e prova que todo o esforço para entregar excelência através do SUS gera mudanças e faz a diferença para a sociedade. “Ao atingir a marca de 4 mil partos, o HEF não apenas demonstra sua capacidade operacional, mas celebra o impacto duradouro que teve na vida de milhares de famílias. Essa conquista destaca o papel essencial que o atendimento humanizado desempenha na rede pública de saúde, mostrando que é possível oferecer serviços de alta qualidade, empáticos e cuidadosos”, declara ele.

 

 

Assessoria de Comunicação do HEF

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
GDF