Clima de praia: quatro dicas de decoração para aproveitar a varanda na estação mais quente do ano

Plantas distribuídas em pequenas prateleiras e bancadas são detalhes agradáveis do apartamento decorado do empreendimento Vibe, em Londrina (PR)
Crédito: Divulgação/Yticon

Utilize plantas e elementos naturais para manter o ambiente agradável e com a cara do verão

Com a chegada do calor, a decoração natural se torna a “queridinha” nos diferentes ambientes da casa. A biofilia, que significa a interação do ser humano com a natureza em prol do bem-estar, não apenas auxilia na manutenção da temperatura do local, mas também é uma tendência que pode ser aplicada em espaços amplos e até mesmo nos compactos, como nas varandas. O conforto e a praticidade são elementos que podem compor essa área e gerar um maior aproveitamento do espaço.

Para deixar a área externa com a cara do verão brasileiro, a arquiteta responsável pelos apartamentos decorados da construtora Yticon, Cristina Cardoso, compartilhou algumas dicas de decoração focadas na varanda.

Plantas e fontes

Clássicas e atemporais, as plantas são peças-chave na criação de um ambiente fresco e natural. “Com o calor intenso, investir em plantas que não exigem manutenção constante é uma solução viável. Para ocupar espaços mais altos e adicionar um charme a mais, recomenda-se o uso de samambaias, que harmonizam bem com várias outras espécies, como evidenciado no decorado do empreendimento Vibe, em Londrina (PR)”, explica a arquiteta. Outras opções, como suculentas e cactos, também se integram facilmente, sendo acessíveis e  visualmente agradáveis.

Crédito: Divulgação/Yticon

Pequenos arranjos de flores aromáticas, como lavanda, e até mesmo fontes de água decorativas feitas em pedra ou bambu são elementos sensoriais que contribuem para a  harmonia e tranquilidade do ambiente. “O aroma da lavanda e o som da água escorrendo proporcionam uma experiência imersiva, criando a sensação de frescor associadas a praias, cachoeiras e campos abertos”, comenta.

Suportes naturais

A textura e a cor dos suportes são outros fatores importantes para evitar a propagação do calor no espaço. “O ideal é que as estantes e bancadas sejam de cores claras, que não absorvam tanto os raios solares. A textura amadeirada contribui para a construção do ambiente natural, além de ser uma estampa coringa em todas as estações do ano.” Uma ideia é a criação de uma bancada em madeira clara acima da caixa de ar-condicionado, também sugerida no decorado do empreendimento Vibe. Além de proporcionar mais um espaço para ser utilizado, a bancada traz um tom contemporâneo e sutil ao ambiente.

Crédito: Divulgação/Yticon

Caso não tenha a possibilidade de trocar os suportes, uma alternativa é utilizar tecidos leves e claros, como toalhas e trilhos de mesa. Algumas opções de tecido são o algodão e o linho.

Paleta de cores

Para complementar as cores mais naturais, como branco, off white, palha e tons amadeirados, é recomendado acrescentar detalhes coloridos com preferência para tons de azul e verde, que remetem aos ambientes praianos e geram leveza e conforto. 

“Os tons claros podem ser aplicados na decoração de base, compondo sofás, tapetes e cortinas com tecidos frescos e naturais como linho, algodão e sarja. Para gerar destaques, é interessante criar pontos mais coloridos em elementos complementares, como almofadas, xales de sofá, quadros, vasos e demais peças decorativas podem trazer cores, texturas e temas mais vivos e tropicais”, ressalta a arquiteta.

Móveis confortáveis e práticos

“Uma tendência nas residências é o uso de cadeiras de praia e elementos mais relacionados ao litoral na composição da varanda. Essa escolha criativa contribui para criar um ambiente mais descontraído e acolhedor, ideal para encontros informais, como churrascos e tardes de jogos, por exemplo”, destaca Cristina. Outras opções de cadeiras que causam o mesmo efeito são as trançadas podendo essas ser em material natural (como ratan, palha e sisal) ou materiais sintéticos, trazendo as características que remetem aos ambientes mais rústicos, como aplicado no decorado do Urban, em Maringá (PR). 

Crédito: Divulgação/Yticon

A mesa de centro deve acompanhar as cores das cadeiras, seja em tom monocromático ou contrastante. “Ao escolher a mesa, é preciso prestar atenção nos detalhes das cadeiras e do ambiente. O vidro é um material excelente para climas quentes e na decoração, já que a transparência é um elemento coringa nas decorações”, detalha.

Dica extra: posição do sol

Antes de reformular a varanda, preste atenção nos locais onde há incidência de luz. A posição do sol deve ser pensada tanto para a disposição dos móveis quanto para o posicionamento das plantas, a fim de que não haja imprevistos na hora de aproveitar o espaço aberto. “São esses detalhes que impedem que uma cadeira fique posicionada em local excessivamente quente e evitam a necessidade constante de trocar as plantas. Se o posicionamento da varanda for voltado para face em que o sol é presença constante, é recomendado instalar cortinas ou telas solares, que filtram a incidência direta dos raios, tornando o ambiente mais confortável em qualquer hora do dia. Seguindo essas dicas, é possível transformar a varanda em um dos espaços preferidos da casa e aproveitar muito mais os dias”, finaliza a arquiteta.

Sobre a Yticon Construção e Incorporação

A Yticon é uma construtora e incorporadora que atua há 14 anos nas cidades de Londrina, Maringá e Cambé, no Paraná, além de Campinas, em São Paulo. A empresa do Grupo A.Yoshii desenvolve empreendimentos localizados em regiões de potencial valorização, especialmente para quem quer conquistar o primeiro imóvel. A Yticon já construiu mais de 6,2  mil unidades, todas entregues rigorosamente no prazo, somando mais de 612 mil metros quadrados de área construída. Mais informações: www.yticon.com.br.



 

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
GDF