Região da pálpebra é mais suscetível ao câncer de pele, alerta especialista

 

Em meio aos cuidados rotineiros com a saúde, a pálpebra é uma parte do corpo frequentemente negligenciada. Devido à constante exposição aos raios solares, é de extrema importância prestar atenção à área dos olhos, que estão mais suscetíveis a sofrer graves consequências, como o câncer de pele na pálpebra. 


Segundo a Dra Fernanda Fayad, especialista em oculoplástica do CBV - Hospital de Olhos, a pele da pálpebra é mais fina e delicada em comparação a outras áreas do corpo, por isso, 

fica mais vulnerável à ação dos raios ultravioleta (UV) do sol. Além do envelhecimento precoce, o surgimento de lesões malignas podem resultar da exposição excessiva a esses raios solares. “É essencial estar atento aos sinais e sintomas. Os tumores palpebrais podem se manifestar das mais variadas formas, podendo surgir como pequenas verrugas, vermelhidão, inchaço ou dor palpebral, alterações na textura ou cor da pele como feridas que não cicatrizam”, alerta. Qualquer alteração que chame a atenção deve ser avaliada por um médico especialista para avaliação e diagnóstico e tratamento adequado.


O diagnóstico precoce é fundamental para o sucesso do tratamento, que, dependendo da gravidade da condição, pode envolver a remoção cirúrgica do tumor. “Além de melhorar as chances de cura, conseguimos preservar tanto a estética quanto a função palpebral. Dada a delicadeza e complexidade das estruturas palpebrais, estágios avançados podem levar a cirurgias mutilantes e desafios consideráveis na reconstrução”, explica Fernanda. O acompanhamento médico regular também é importante para monitorar a recorrência e garantir a saúde ocular a longo prazo.


Além disso, a prevenção ajuda a reduzir muito o risco. “Recomenda-se o uso diário de protetor solar específico para a região dos olhos, além de óculos de sol que bloqueiem os raios UV. Evitar a exposição prolongada ao sol e utilizar chapéus são medidas adicionais que podem proteger a pele delicada das pálpebras”, compartilha a oftalmologista do CBV- Hospital de Olhos.


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
GDF