Ampliação de refinaria em Pernambuco vai gerar 30 mil empregos

Expansão da refinaria cria oportunidades de emprego para profissionais técnicos industriais
Expansão da refinaria cria oportunidades de emprego para profissionais técnicos industriais - Foto: Gov.Br

Capacitação e valorização dos técnicos industriais são prioridades no projeto de ampliação da refinaria

A Refinaria Abreu e Lima, localizada na cidade de Ipojuca, em Pernambuco, passará por uma significativa ampliação que resultará na geração de cerca de 30 mil empregos diretos e indiretos. Esse empreendimento também contribuirá para aumentar a capacidade de produção nacional de Diesel S10, com um acréscimo de aproximadamente 13 milhões de litros por dia.

O investimento na refinaria faz parte do Plano Estratégico 2024-28+ da Petrobras e está incluído no Novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). A construção do Trem 2 da refinaria, que já está em fase de contratação, tem previsão de conclusão em 2028 e aumentará a capacidade de processamento de petróleo para 260 mil barris por dia. As obras têm início previsto para o segundo semestre deste ano.

Além da ampliação do Trem 2, o projeto contempla a construção da primeira unidade SNOX do refino brasileiro, que será responsável por transformar óxido de enxofre (SOx) e óxido de nitrogênio (NOx) em um novo produto comercializável. As obras já estão em andamento e a unidade entrará em operação em 2024. Ainda em 2024, iniciarão as obras de ampliação da produção do Trem 1 (Revamp), que aumentará a carga, melhorará o escoamento de produtos leves e expandirá a capacidade de processamento de petróleo do pré-sal. A conclusão do Revamp do Trem 1 está prevista para o primeiro trimestre de 2025.

A Petrobras estima um aumento de produção de diesel da ordem de 40% nos próximos anos, considerando todos os projetos de adequação e aprimoramento do parque industrial e da cadeia de abastecimento e logística, conforme afirmou Jean Paulo Prates, presidente da Petrobras.

Essa ampliação da refinaria trará impactos significativos para a economia local e nacional. A Petrobras planeja investir US$ 17 bilhões nos próximos cinco anos em projetos de refino, transporte e comercialização no Brasil, com o objetivo de aumentar a capacidade de produção de diesel e expandir gradualmente a oferta de produtos para o mercado de baixo carbono.

A Refinaria Abreu e Lima, situada no Complexo Industrial Portuário de Suape, é considerada um importante polo estratégico para a região e o país. Com a implantação do Trem 2, a Petrobras contribuirá para expandir a capacidade de refino nacional, permitindo o aumento da produção de derivados como gasolina, GLP, nafta e, principalmente, diesel de baixo teor de enxofre (diesel S10), reduzindo a dependência de importações.

Inaugurada em 2014, a Refinaria Abreu e Lima é a mais moderna refinaria construída pela Petrobras e atende à demanda nacional por derivados de petróleo. Com a maior taxa de conversão de petróleo cru em diesel (70%) entre todas as refinarias brasileiras, desempenha um papel essencial na circulação de produtos e riquezas do país. A unidade possui tecnologias avançadas de refino e alto nível de automação, garantindo confiabilidade, desempenho, qualidade dos produtos, baixo custo de manutenção, baixo consumo energético, uso otimizado de água e segurança operacional máxima.

Além dos benefícios econômicos, a Petrobras também lançou o Programa Autonomia e Renda durante o evento. Esse programa oferecerá cursos de capacitação para pessoas em situação de vulnerabilidade socioeconômica, com foco no setor de energia. Serão disponibilizadas mais de 19 mil vagas em cursos técnicos e de formação inicial continuada, priorizando grupos como mulheres, pessoas negras, pessoas com deficiência e refugiados. Os participantes selecionados receberão bolsa-auxílio durante o período dos cursos, visando promover a inclusão social e o desenvolvimento profissional.

A ampliação da Refinaria Abreu e Lima em Pernambuco é uma importante iniciativa que trará benefícios tanto para a economia local quanto para o setor de energia do país. Com a geração de empregos e o aumento da capacidade de produção de derivados de petróleo, espera-se impulsionar o desenvolvimento regional e reduzir a dependência de importações. Além disso, a Petrobras também está investindo em programas de capacitação para promover a inclusão social e a qualificação profissional de grupos vulneráveis.

A cerimônia de retomada dos investimentos ocorreu nesta quinta-feira, 18 de janeiro, com a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do presidente da Petrobras, Jean Paul Prates.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
GDF