Como a inteligência artificial revoluciona o atendimento na saúde?; Entenda o assunto

 

A inovação tem permeado diversos setores, e na área da saúde, as healthtechs têm abraçado tecnologias como a inteligência artificial (IA) para aprimorar significativamente o atendimento aos pacientes na área da saúde. O Gestor Publicitário Especialista em Marketing Médico, Clínicas e Hospitais, Rafael Delgado, destaca que essa transformação vai além, impactando positivamente o relacionamento com os pacientes, modernizando processos e elevando os resultados alcançados por hospitais e centros de saúde.

De acordo com pesquisa da Tractica, empresa de inteligência de mercado, o mercado de serviços de inteligência artificial em saúde deve ultrapassar US$ 34 bilhões em todo o mundo até 2025. Sinal de que essa tecnologia veio para ficar e já mostra seus efeitos no dia a dia das instituições.

“Sistemas de inteligência artificial, em operação em clínicas, hospitais e laboratórios, têm se mostrado agentes de mudança ao resolver problemas, reduzir retrabalho e promover ganhos expressivos em eficiência e segurança”, reforça o especialista.

Segundo Rafael Delgado, a IA pode ajudar das seguintes maneiras no atendimento médico:

- Agendamento e Confirmação de Consultas e Exames: Otimização dos horários para maior comodidade dos pacientes;
- Check-in Automático dos Pacientes: Eficiência na chegada à unidade de atendimento, proporcionando uma experiência mais ágil;
- Avisos por Mensagem sobre Preparos para Exames: Orientações automáticas para garantir procedimentos adequados;
- Antecipação do Envio de Documentos para Cadastro: Redução de burocracias e agilidade no registro;
- Envio Rápido de Resultados com Alertas Críticos: Comunicação imediata sobre informações relevantes nos resultados de exames;
- Auxílio no Diagnóstico Médico: Suporte avançado para médicos, aprimorando a precisão diagnóstica;
- Informações sobre Complicações de Pacientes Internados: Notificações em tempo real para intervenções mais rápidas;
- Redução do Tempo de Permanência Pós-Cirúrgica: Estratégias para otimizar a recuperação dos pacientes;
- Prevenção de Complicações Cirúrgicas com Técnicas Robóticas: Maior precisão e segurança em procedimentos cirúrgicos;
- Geração de Economia com Iniciativas de Cuidados de Saúde: Estratégias eficientes para uma gestão sustentável dos recursos;
- Automação no primeiro contato do paciente: Visa filtrar qual necessidade e especialidade o paciente busca, ou tirar dúvidas sobre atendimento de maneira geral;
- Redução de custos para pequenas clínicas:  A Inteligência Artificial, quando bem programada, consegue filtrar e entender as necessidades individuais de cada procura, sem precisar que haja uma pessoa específica para atender individualmente cada uma destas.

“Essas aplicações destacam não apenas a amplitude da transformação proporcionada pela inteligência artificial na saúde, mas também como essa tecnologia se torna uma aliada essencial no caminho rumo a um atendimento mais eficaz, centrado no paciente e com resultados superiores”, reforça o especialista.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
GDF