Logística reversa é estratégica para meio ambiente e prevenção da dengue

Descartar corretamente o lixo eletroeletrônico é muito importante para o meio ambiente, evitando a contaminação do solo com substâncias tóxicas, e para a saúde pública, reduzindo possíveis focos de proliferação do mosquito transmissor da dengue | Foto: Joel Rodrigues/Agência Brasília
Descartar corretamente o lixo eletroeletrônico é muito importante para o meio ambiente, evitando a contaminação do solo com substâncias tóxicas, e para a saúde pública, reduzindo possíveis focos de proliferação do mosquito transmissor da dengue | Foto: Joel Rodrigues/Agência Brasília

O descarte adequado de eletroeletrônicos e eletrodomésticos contribui para evitar criadouros do mosquito Aedes aegypti


Agência Brasília* | Edição: Débora Cronemberger

Em meio ao aumento dos casos de dengue no Distrito Federal, a Secretaria do Meio Ambiente e Proteção Animal (Sema) destaca a importância vital da logística reversa na prevenção das arboviroses transmitidas pelo Aedes aegypti. Carcaças de geladeiras e fogões, por exemplo, frequentemente descartadas de maneira inadequada tornam-se ambientes propícios para a criação de criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença.

Descartar corretamente o lixo eletroeletrônico é muito importante para o meio ambiente, evitando a contaminação do solo com substâncias tóxicas, e para a saúde pública, reduzindo possíveis focos de proliferação do mosquito transmissor da dengue | Foto: Joel Rodrigues/Agência Brasília

Segundo o titular da Sema, Gutemberg Gomes, o consumidor desempenha um papel fundamental ao dar destinação adequada para esses materiais. "É crucial compreender que o descarte inadequado de objetos cotidianos pode agravar ainda mais a situação, proporcionando ambientes ideais para a proliferação do Aedes aegypti. Estamos empenhados em fortalecer parcerias e implementar ações efetivas, incluindo a logística reversa, para lidar com essa preocupante realidade", comentou.

Em parceria com a Associação Brasileira de Reciclagem de Eletroeletrônicos (Abree), a Sema proporciona à população a oportunidade de descartar resíduos em pontos de entrega voluntária ou, até mesmo, agendar a coleta em domicílio. A empresa que vai gerenciar o recolhimento desse material é também responsável por dar encaminhamento às instituições que realizam a reciclagem. Elas separam o que pode ser reaproveitado e dão destinação adequada a cada parte separada.

Descartar corretamente o lixo eletroeletrônico é muito importante porque a maioria dos equipamentos tem, em seus componentes, substâncias tóxicas como polímeros antichamas e mercúrio, chumbo e cádmio, que podem contaminar o solo e as águas, causando danos graves à saúde.

Para solicitar a coleta de eletroeletrônicos em domicílio (mais de 30 kg) basta preencher o formulário de coleta gratuito ou fazer o agendamento via WhatsApp, pelo telefone (61) 3301-3584. Também é possível descartar resíduos eletroeletrônicos, em volumes menores, em um dos pontos de entrega voluntária mais próxima. O endereço de cada unidade está disponível neste link.

Acesse aqui mais informações sobre logística reversa do lixo eletroeletrônico.

*Com informações da Sema

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
GDF