Setor de serviços em Goiás cresce o triplo da média nacional

Setor de serviços em Goiás cresceu 6,5% em 2023, com destaque para transportes (Foto: SGG)
Setor de serviços em Goiás cresceu 6,5% em 2023, com destaque para transportes (Foto: SGG)

Por Juliana Carnevalli - Agência Cora Coralina

O setor de serviços em Goiás apresentou crescimento de 6,5% em 2023, na variação acumulada no ano, obtendo quase o triplo da média nacional no mesmo indicador, que foi de 2,3%. Os dados são do Instituto Mauro Borges de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (IMB), com base na Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A alta foi puxada pelos serviços de informação e comunicação (11,4%) e transportes; serviços auxiliares aos transportes e correio (9,8%). O resultado foi o terceiro melhor anual de toda a série histórica, iniciada em 2011.

Setor de serviços em Goiás

No comparativo de dezembro de 2023 com o mesmo mês do ano anterior, os serviços goianos apresentaram aumento de 1,3%, contra – 2% da média brasileira. As atividades em destaque foram serviços de informação e comunicação (12,4%); e serviços profissionais, administrativos e complementares (7,4%).

"Os dados positivos são o reflexo dos esforços da gestão para promover a manutenção e o fomento do setor. Os resultados se devem, principalmente, em razão dos nossos investimentos em tecnologia e mão de obra qualificada", pontua o secretário-geral de Governo, Adriano da Rocha Lima.

Com os resultados de dezembro, o volume de serviços em Goiás também atingiu o seu maior nível médio anual da série.

"O setor de serviços goianos segue apresentando crescimentos notáveis. Além de atingir o maior nível médio anual da série, também alcançamos uma sequência positiva de 35 meses com variações positivas em dezembro. Esse resultado é fundamental para o nosso desenvolvimento regional", destaca o diretor-executivo do IMB, Erik Figueiredo.

Sobre a pesquisa

A Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), produz indicadores que permitem acompanhar o comportamento conjuntural do setor de serviços no país, investigando a receita bruta de serviços nas empresas formalmente constituídas, com 20 ou mais pessoas ocupadas, que desempenham como principal atividade um serviço não financeiro, excluídas as áreas de saúde e educação.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
GDF