Quem vê os artistas nos palcos e picadeiros não imagina como é a vida dos profissionais que tem a alegria como meio de sustento. Para mostrar os bastidores da lona, o jornalista Heberton Lopes esteve no Circo Mundial Internacional e gravou entrevistas reveladoras, repletas de curiosidades e histórias emocionantes. A reportagem está disponível no canal Vim te Mostrar no YouTube.

O vídeo aborda a história do tradicional Circo Mundial Internacional, fundado no Rio de Janeiro por uma família nordestina e que já passou por todos os estados brasileiros. "Seguindo a linha do canal, eu queria mostrar o que geralmente não é mostrado por veículos de comunicação tradicionais. Fiz contato com a Sil Mundial, uma das donas do empreendimento, e fui muito bem recebido embaixo da lona e no local que pode ser chamado de acampamento dos artistas, que é onde ficam estacionados os trailers e motorhomes. Inclusive, entrei em um ônibus adaptado como casa para que o público possa ver como vivem as pessoas que levam alegria para todo o país", conta Heberton Lopes.

Além de mostrar como é a vida dos artistas de circo, a reportagem apresenta as dificuldades que eles enfrentam durante a pandemia e o que fizeram para sobreviver em meio ao caos de saúde mundial que impedia qualquer tipo de aglomeração de pessoas. "Profissionais de diversas áreas se reinventaram para sobreviver durante o período crítico em que todas as atividades que precisassem de público foram impedidas. E no circo, que vive de bilheteria, foi um período desafiador. Os relatos da nossa entrevistada me fizeram chegar à conclusão de que aqueles artistas só continuaram firmes trabalhando na lona por amor à arte", diz o jornalista e apresentador do canal Vim Te Mostrar.

Assista agora: https://youtu.be/1Bl5QOywuuA

Vim te Mostrar

Até março de 2020, o jornalista Heberton Lopes era conhecido no mercado de comunicação e eventos apenas por estar à frente do Grupo Balo, agência responsável pela assessoria de imprensa de shows, festivais, artistas e empresas. Porém, logo no início da pandemia de Covid-19, quando a sua demanda de trabalho diminuiu, ele criou o canal Vim te Mostrar, no YouTube. A intenção era ter de volta o "lado repórter" do profissional, que atuou em veículos de comunicação antes de se tornar assessor de imprensa.

O canal, que já está com quase 50 mil inscritos, foi crescendo e trazendo pautas curiosas que começaram a conquistar o gosto do público, como a história do Viaduto das Almas, a série de lendas urbanas e as reportagens sobre preparação de corpos para o velório, que foram um marco para o Vim te Mostrar.

Para assistir aos vídeos do canal Vim te Mostrar, acesse www.youtube.com/vimtemostrar.

Curta o @vimtemostrar no Facebook: www.facebook.com/vimtemostrar.