George Morais busca promover a inclusão digital de indivíduos com mais de 60 anos

O projeto foi unificado com os projetos nº 1097/23, da deputada Bia de Lima (PT), e 1736/23, do deputado Wilde Cambão (UB).
Foto: Portal AAP-VR

George Morais propõe a implementação da "Melhor Idade Digital" em Goiás, uma política pública destinada a homens e mulheres com mais de 60 anos, visando incentivar e educar sobre as novas tecnologias digitais. O projeto foi unificado com os projetos nº 1097/23, da deputada Bia de Lima (PT), e 1736/23, do deputado Wilde Cambão (UB).

De acordo com a proposta de Morais, essa política será coordenada pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovações, com a possibilidade de estabelecer parcerias com entidades governamentais, organizações não governamentais e instituições de ensino para a colaboração interinstitucional na implementação das ações planejadas.

Os objetivos do projeto incluem encorajar a melhor idade a se familiarizar com as novas tecnologias, promover a aprendizagem sobre o uso de ferramentas digitais, facilitar a inserção dessa faixa etária no mundo virtual, especialmente nas redes sociais, e estimular a busca pela Educação Básica por meio da educação tecnológica.

George Morais justifica sua proposta afirmando que capacitar os idosos no uso de dispositivos eletrônicos e recursos digitais é essencial para promover a inclusão social e evitar a exclusão digital, que pode resultar em isolamento e desinformação. Ele ressalta que a habilidade de utilizar a tecnologia proporciona maior autonomia aos idosos, permitindo-lhes acessar informações médicas, serviços bancários, comunicação com familiares e amigos, entretenimento e educação continuada.

O projeto já foi apresentado à Comissão de Constituição, Justiça e Redação, que em breve definirá um deputado relator para o mesmo.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
GDF